quinta-feira, 12 de agosto de 2010


a vida é uma sombra errante;
um pobre comediante que se pavoneia
no breve instante que lhe reserva a cena,
para depois não ser mais ouvido.
é um conto de fadas que nada significa,
narrado por um idiota
cheio de voz e fúria...

macbeth.

Um comentário:

Fernanda Barcellos disse...

oii

Parabéns pelo blog.
Te acompanho também.

Beijos