sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

15 anos sem Kurt Cobain


A mais famosa biografia sobre um astro, sem sombra de dúvidas é Heavier Than Heaven de Charles Cross, onde ele comenta sobre a vida e a obra de Kurt Donald Cobain que nasceu no dia 20 de fevereiro de 1967 e teve sua trágica morte em 04 de Abril de 1994, cometendo suicídio e encontrado pelo eletricista quatro dias depois. Kurt Cobain, como ele mesmo dizia, até os 7 anos sua vida era normal, ele vivia como um menino alegre, extrovertido com mútiplos talentos. Com a separação dos pais, Kurt se viu num abismo ao ver sua família totalmente desfalcada, cada um para um lado e o lindo menino loiro de olhos azuis se viu em meio ás guerras que seus pais declararam entre si. Desde muito cedo Kurt era um artista, produzia obras de arte e já declarava que quando crescesse iria ser um grande astro do rock, se matar e se apagar numa chama de glória. Coincidência ou não, foi exatamente o que aconteceu.
Depois de seus sete anos, sua vida se viu completamente mudada, tornou-se um nômade, sem parada definitiva. Morou com a mãe, mas devido aos problemas com bebida e com seus supostos namorados, Kurt saiu de casa e foi morar com o pai. Tudo ia bem até que Don, pai de Kurt, se casou com outra mulher e trouxe com ela mais dois filhos. Já não era como antes. Kurt se viu sobrando na casa, mesmo seu pai fazendo com que ele se sentisse como o favorito, ele sabia que ali não era mais o seu lugar. Tentou morar com o tio Chuck, com os avós, com um amigo, mas nunca se ajeitava em um canto único. Na escola Kurt era muito popular, apesar de ter se tornado um menino mais quieto e anti social, agora Kurt desenhava pessoas mortas, figuras satânicas e dizia a todo momento que odiava os pais. Desde muito cedo Kurt já havia esperimentado drogas, começando pela maconha que era uma de suas diversões.

Depois de uma vida agitada, uma adolescência rasgada, sem parada fixa, sem emprego e sempre sem grana, ele conhece Tracy, no qual torna-se a namorada dele por muito tempo, no qual também foi a musa inspiradora para a música About A Girl de tanto sucesso do Nirvana. Com o passar dos anos depois de muitas tentativas com bandas, Kurt e Krist, estavam lutando para que seu sonho de ter uma grande banda famosa se tornasse realidade. O grande problema foi o baterista que até a chegada de Dave Ghrol foram muitos. O nome Nirvana foi de escolha de Kurt que quer dizer a elevação máxima de espírito no Budismo. Antes disso vários nomes passaram pela banda, entre elas as mais famosas: Feccal Matter e Skid Row.
Os jovens de Abeerden estavam caminhando para o sucesso quando assinaram o primeiro contrato com a Sub Pop e gravaram Bleach. Como a Sub Pop andava um pouco falida para a Gravação de mais um album, mudaram de gravadora, para a Geffen Records, que já trabalhava com grandes nomes como Mudhoney e Soundgarden. Nesta mudança, produziram seu álbum de mais sucesso, Nevermind.
A partir daí muita coisa muda na vida de Kurt. Seu romance com Tracy termina, Dave Ghrol entra para a banda, ele começa a tomar heroína com mais frequência e conhece Courtney Love.

Com a gravação de Nevermind, o hit Smells Like Teen Spirit veio como um hino para os jovens que há muito esperavam por algo diferente e inovador. Todas as letras de Cobain eram inspiradas em algo, esta música de grande sucesso foi feita por causa de uma amiga de Kurt que escreveu em sua parede Kurt Smells Like teen Spirit: Kurt cheira a espírito adolescente. E realmente depois desse album a ascensão do Nirvana apenas evoluiu cada vez mais. Kurt como um homem muito sensível, não suportou o tamanho de sua fama e sua dependência química por causa da heroína estava cada vez mais agravada sem contar as fortes dores de estômago de um problema que já o acompanhava por anos. Parecia que o Nirvana estava no seu fim... Depois do Casamento com Courtney Love e o nascimento da filha deles, Frances Been Cobain, problemas cada vez maiores surgiram na banda, devido a muitas pessoas não suportarem Love.


Kurt agora era o rei de muitos adolescentes que como ele só queriam encontrar respostas. Muitas de suas letras não eram compreendidas, o que deixava-o muito frustrado, apesar disso quando ele entrava no palco a multidão o amava e ele amava e odiava a multidão ao mesmo tempo. Todas as pessoas que com ele conviveram sabe da grandeza de seu espirito e que apesar de ter se matado, jamais será esquecido pelo mundo todo. Suas músicas ainda são de muito valor, suas letras pegajosas e seus acordes ora punk, ora pop, pra sempre serão lembrados. Talvez ele não soubesse o destino que teria mas, o que é certo em sua profecia de quando era ainda um menino é de que se apagou numa chama de glória e será sempre idolatrado por milhares de fãs, atuais ou não. O homem que revolucionou a cara do Punk e criou o Grunge e depois de 15 anos ainda é lembrado. Kurt Cobain.








Escrito por Alyne Rubio.












2 comentários:

CaMeLo disse...

Kurt é o cara !!

Monólogo Poético disse...

Está na hora de aparecer por aqui, Mocinha!
:p